Tecnologia robótica traz vantagens únicas para cirurgias de hérnias abdominais complexas




O uso da tecnologia robótica para a correção de uma hérnia da parede abdominal, considerada complexa, trouxe resultados positivos importantes para pacientes submetidos ao procedimento, de acordo com uma pesquisa chamada "robotic trans-abdominal preperitoneal approach (TAPP) aproach for lateral incisional hernias", de 2021, feita em parceria por cirurgiões brasileiros e americanos.


O estudo foi realizado com casos clínicos de pacientes que possuíam uma hérnia incisional (no local de uma cicatriz) com estruturas ósseas próximas e escassez de tecido, o que torna o reparo mais difícil.


De acordo com o presidente da Sociedade Brasileira de Hérnia, Dr. Marcelo Furtado, realizar esse tipo de cirurgia de forma minimamente invasiva, sem a necessidade de grandes cortes, só é possível devido à tecnologia. "Essa ferramenta permite realizar uma cirurgia que seja efetiva, com segurança, e que tenha bons resultados pós-operatórios. O robô permite ao cirurgião ampliar a visão em até 20 vezes. Para o paciente os benefícios são menor dor pós-operatória, redução no risco de infecção e recuperação mais rápida", ressaltou.


As cirurgias de reparação de hérnias da parede abdominal são as mais realizadas no Brasil. Atualmente a maioria das cirurgias é realizada de forma convencional, principalmente no Sistema Único de Saúde e, algumas, por laparoscopia -- técnica minimamente invasiva.


Para o vice-presidente da SBH, Gustavo Soares, a técnica ainda não é amplamente utilizada devido aos altos custos. "A robótica não há dúvida que é o futuro. Hoje não estamos em um estágio de discussão de SE ela vai ser o futuro, mas de QUANDO ela vai estar disponível para a maioria das pessoas. Tem a questão do custo, que limita muito, mas o Brasil avançou nos últimos anos, com um número grande de plataformas instaladas. O que era algo restrito há quatro anos, mais do que dobrou recentemente", afirmou.


O QUE SÃO AS HÉRNIAS - A hérnia é um defeito ou um orifício nos músculos do abdome que permite que o intestino ou uma porção de gordura passe através dele. Ainda que hérnias possam ocorrer em muitos lugares no corpo humano, elas são mais comuns na parede abdominal.


"Elas podem ocorrer em qualquer idade, mas, atingem principalmente os adultos. Como trata-se de uma abertura na musculatura o tratamento é exclusivamente cirúrgico, com exceção da hérnia de hiato que pode ser tratada com medicamentos", explica Gustavo Soares.


As hérnias não desaparecem sozinhas e a única forma de curá-las é a cirurgia.


DADOS - Em 2021 foram realizadas, em todo o Brasil, 143,3 mil cirurgias de hérnias abdominais, sendo que 38 mil foram em caráter de urgência, de acordo com dados divulgados com o DataSus. A região que mais operou foi a Sudeste, com 53 mil. O número se manteve em estabilidade na comparação com 2020 quando foram feitos 141 procedimentos para a correção de hérnias da parede abdominal, sendo 35 mil de urgência.




Já em 2019, antes da pandemia da COVID-19, os números chegaram a 268,1 mil em todo o Brasil, sendo 43 mil de urgência. Isso representa queda de 46,5% durante cada ano da pandemia.




Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square