top of page

Especialista dá dicas de como não perder nenhum clique nas festas de fim de ano



As festas de fim de ano estão aí. Momentos únicos e divertidos que rendem belas fotos para eternizar a celebração com a família e os amigos.


Algumas imagens são estampadas nas redes sociais ou então vão parar no porta-retrato. Mas, no momento de fazer a seleção dos registros, a família toda está na foto, a confraternização foi incrível, no entanto, a foto ficou mal iluminada, tremida ou então desfocada.


Já aconteceu isso com você? Pois saiba que é bastante comum. Por isso, a coordenadora do curso de fotografia do Centro Europeu, uma das principais escolas de profissões e idiomas da América Latina, Tânia Buchmman, preparou algumas dicas para ajudar nesta missão.


A primeira dica é - no início da festa - reunir todos os convidados para um registro oficial e utilizar um tripé ou o recurso de 'timer' para que o fotógrafo saia na foto.


Outro ponto importante é prestar atenção no cenário, principalmente no que está atrás das pessoas que serão fotografadas. “Casa desarrumada, pacotes ou caixas de presentes podem roubar a cena”, lembra Tânia.


A boa iluminação também é essencial. Evite o uso do flash, normalmente este recurso deixa o primeiro plano muito claro e o que tem ao redor ou atrás fica escuro. A melhor opção é usar a luz ambiente.


“Observe as luzes que vêm de cima, elas podem dar a sensação de olheiras. É melhor procurar lugares onde a luz é lateral ou de frente. Se for durante o dia, busque lugares próximos às janelas”, orienta a fotógrafa.


As fotos tradicionais, posadas, e em grupo são necessárias para eternizar esses momentos, mas não se esqueça das espontâneas e com naturalidade. Os melhores cliques, muitas vezes, são os flagrantes de um abraço dos avós, a expressão de surpresa ao receber um presente e ainda as lágrimas da emoção de um encontro.


Agora, se a cena envolve várias pessoas, a dica é fazer mais de uma foto para garantir que ninguém saia com os olhos fechados ou em movimento. “Em grupos, as pessoas que ficam nas laterais saem melhor na foto se posarem de lado, pode ser com a mão na cintura ou no bolso para dar mais harmonia ao quadro'', ressalta Tânia.


Quando o assunto é o enquadramento para os registros com muita gente, usar escadas é uma boa opção. E ainda, procure nivelar a câmera para não “entortar a cena”, além de deixar espaço acima da cabeça e abaixo dos pés para não correr o risco de cortar o quadro.


“Deixe a câmera na altura do rosto das pessoas, nem de cima, para não achatar, nem de baixo para cima, para não distorcer o corpo o que causa uma sensação desagradável ao ver a foto'', completa Tânia.


E não deixe de fotografar os preparativos da festa, como a decoração, a montagem da mesa para ceia, os pratos, os presentes na árvore de Natal, detalhes que vão de acordo com as tradições das famílias. Cada item mostrará como tudo foi feito com muito cuidado e carinho.


O início da confraternização pode ser um bom momento para reunir o pessoal e fazer o registro de todos que estão na festa. Tânia destaca que, para que a foto fique de porta-retrato, o melhor é contar com a ajuda da tecnologia. “Usar o timer é uma ótima saída, melhor que selfie, se tiver um tripé melhor ainda.”


Na festa de Natal, as brincadeiras das crianças, a entrega dos presentes, o Papai Noel e o amigo secreto rendem belas imagens. Já no Réveillon, a expectativa da meia-noite, a contagem regressiva, abraços e brindes não podem faltar nos registros.


É uma oportunidade de usar a criatividade e fotografar sem medo de errar.

“Aproveite esse momento de união e confraternização para ser o fotógrafo de épocas tão esperadas por todos", finaliza Tânia.


Curso de Fotografia do Centro Europeu


O Centro Europeu conta com uma formação completa em fotografia para quem deseja explorar a área como profissão ou como hobby. O curso tem duração de dois semestres letivos, com o início das turmas nos meses de março e agosto. As aulas são realizadas em dois encontros semanais, nos períodos manhã e noite.


O curso de fotografia é supervisionado pelas fotógrafas Tânia Buchmann e Charly Techio. Ambas, com mais de 20 anos de carreira na área da fotografia, estão inclusive com uma exposição em cartaz chamada Duas Fotografias.

A mostra retrata, sob o olhar das duas fotógrafas, pessoas de diferentes segmentos, como artes, gastronomia, designers, área jurídica, esportistas e universitários.

A exposição Duas Fotografias fica em cartaz até 16 de janeiro de 2023 na Orquidaria Rosita, que fica em Curitiba na Rua Mateus Leme, 3440.


Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page