Conferência discute investimento em alternativas de produção de energia limpa




A desburocratização, o avanço da liberação de licenças no Paraná e a capacidade de produção de energia sustentável do país foram destaques do primeiro dia da V Conferência Nacional de PCHs e GCHs nesta quarta-feira (23). O evento reúne autoridades do setor elétrico, agentes políticos e empresas de tecnologia.


Por vídeo, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, destacou o potencial energético do país e a importância de fontes alternativas e sustentáveis. “O Brasil está trilhando dois caminhos pela descarbonização da matriz energética. Primeiro criando condições de acelerar o investimento em energias sustentáveis e no segundo aspecto orientando investimentos em pesquisa e qualificação para fortalecer o surgimento de novas tecnologias e negócios com capacitação de pessoas e incentivo de mais atores que possam agregar nessa discussão que é contínua”, diz Albuquerque.


Atualmente, as PCHs e CGHs somam juntas 5.560 megawats (MW) de energia gerada, com a possibilidade de chegar a 19.328 megawats, segundo dados da Associação Brasileira de PCHs e CGHs (Abrapch).

“Ao todo, são 1.046 usinas em operação no país, com a possibilidade de instalação de outras 2.013, sem contar com o potencial existente no bioma amazônico, que totaliza outros 108 projetos”, afirmou o presidente do Conselho de Administração da Associação Brasileira de PCHs e GCHs (ABRAPCH), Pedro Dias.


“Além da função de geração de energia, as estruturas das pequenas usinas protegem as margens dos rios contra a erosão e possibilitam o uso das águas para irrigação, piscicultura, abastecimento e lazer. “A energia gerada por PCHs e CGHs é configurada como a mais limpa entre as outras fontes sustentáveis”, completa Pedro.


Desburocratização – O governador do Paraná Carlos Massa Ratinho Júnior destacou a inteligência em desburocratizar os processos de licenciamentos no Paraná e a dificuldade de vencer barreiras construídas por países e empresas que comercializam tecnologias que geram energia a partir de outras fontes como a solar, eólica e de biomassa.


“Para nós, receber esse evento, vai de encontro ao que fizemos desde o início do governo com uma visão clara de que a energia hídrica é a mais sustentável do planeta. O Paraná será um dos maiores produtores de energia limpa do mundo. Saltamos de 12 licenças em 16 anos para 127 em pouco mais de três anos. Tudo isso ajudou o País a ter capacidade energética, a não parar, além de fomentar uma importante cadeia produtiva, garantindo a geração de empregos no Paraná”, afirma o governador.


Para desburocratizar os processos, no Paraná, foi criada a Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e Turismo, responsável por agrupar órgãos que atuam na regulação e licenciamento. A pasta é a única do país a trabalhar neste modelo e foi responsável por agrupar órgãos e serviços que permitissem acelerar os processos de licenciamento com equilíbrio entre meio ambiente e desenvolvimento.


“O Estado do Paraná é o único do país que disciplinou o uso de reservatórios artificiais, como esporte, turismo e lazer. O mais importante é entregar um conceito para a sociedade. A secretária nasceu para acabar com uma guerra insana entre ambientalistas radicais e os investidores. Nasceu para trazer equilíbrio entre desenvolvimento e sustentabilidade. Somos o número 1 em sustentabilidade no país”, garante o secretário Márcio Nunes.


PCHs e CGHs – As PCHs são empreendimentos com potência superior a 5 MW e igual ou inferior a 30 MW. Cada MW gerado é capaz de alimentar um entorno de mil residências. Já a Central Geradora Hidrelétrica (CGH) é uma unidade que gera energia elétrica com potência instalada entre 500 kW e de até 5 MW (megawatts). Menores que as CGHs existem as Micro Centrais Hidrelétricas (MCH), que podem ter até 75 kW (quilowatts), e as Mini Geradoras Hidrelétricas (MGHs), com até 500 KW. Outro ponto interessante dos empreendimentos de geração de pequeno porte é que eles muitas vezes não necessitam da construção de robustas linhas de transmissão tendo sua energia escoada por linhas que se assemelham aos sistemas de distribuição.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square