Primeiro Barilive de 2018 fala sobre recidiva da obesidade

4 Mar 2018

 

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM) abordou a recidiva da obesidade em seu primeiro Barilive de 2018.

 

O debate – mediado pelo diretor executivo da SBCBM, Luiz Vicente Berti, e que contou com a presença da endocrinologista Alessandra Rascovski e do cirurgião bariátrico, Elinton Chaim, esclareceu fatores que contribuem para que os pacientes bariátricos voltem a ganhar peso após o procedimento.

Além disso, as medidas fundamentais para a manutenção da perda de peso após a cirurgia bariátrica, foram reforçadas.

 

Para Luiz Vicente Berti, as causas de recidiva pós-operatória estão relacionadas a fatores comportamentais e biológicos.

“O sucesso dos resultados  vai depender da mudança dos hábitos de vida do paciente, se ele aprendeu a comer direito e se está fazendo atividade física. Estes e outros fatores comportamentais e biológicos ajudam a evitar a recidiva de peso”, ressaltou Berti.

 

A endocrinologista Alessandra Rascovski lembrou que a perda de peso pós-cirurgia bariátrica envolve fatores mecânicos, como redução da capacidade gástrica, bem como fatores hormonais.

“Estes últimos incluem diminuição da grelina, conhecida como hormônio da fome, diminuição da resistência à leptina, conhecida como hormônio da regulação da saciedade, entre outros. É importante saber quais fatores podem desequilibra-los novamente”, ressaltou Alessandra.

 

A endocrinologista reiterou os riscos da obesidade, já que gordura acumulada no organismo é tóxica e inflamatória e aumentam os riscos cardiovasculares,  gerarm a hipertensão e outras doenças relacionadas a obesidade.

 

 Entre as perguntas enviadas pelos telespectadores estão a reoperação após a recidiva e a diferença entre as técnicas  de cirurgia bariátricas utilizadas.

Para o cirurgião bariátrico, Elinton Chaim, antes de ser feita uma reoperação é necessário avaliar se o problema da recidiva de peso é clínico ou cirúrgico.

 

“Pessoas que não tem problema técnicos, mas possuem problemas comportamentais, não devem ser reoperadas”, disse Chaim.

 

Outros temas – O Barilive desta semana também esclareceu dúvidas sobre gravidez e recidiva da obesidade, como a depressão ou o estresse crônico podem influenciar na recidiva a obesidade, qual a relação entre a recidiva e o alcoolismo, a influência do estilo de na recidiva de peso,  entre outras. Acesse o Facebook da SBCBM e assista a transmissão completa.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Curta esse post
Please reload

Posts Em Destaque

A sua empresa está preparada para enfrentar crises?

March 26, 2020

1/8
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo