Área de 6,6 mil metros quadrados do Porto de Paranaguá é leiloada por R$ 30 milhões




O Porto de Paranaguá leiloou na noite desta quarta-feira (30), a área denominada PAR 32, terminal que poderá movimentar e armazenar produtos para exportação e importação de cargas gerais, especialmente açúcar ensacado.


A área possui aproximadamente 6,6 mil metros quadrados, já com estrutura de armazéns (02 armazéns), e está localizada na área primária (cais) do porto paranaense, de frente ao berço 205, que é especializado na movimentação de carga geral.


O grupo FTS arrematou a área por R$30 milhões, além da obrigação de efetuar os pagamentos mensais pela ocupação, e assumiu a área com a obrigação de promover investimentos e melhorias nas estruturas do Terminal de Movimentação de Carga Geral. O prazo inicial do Contrato de Arrendamento é de 10 anos. Estiveram presentes no certame o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas; o Secretário Executivo do Ministério da Infraestrutura Marcelo Sampaio; o Secretário Nacional de Portos Diogo Piloni; o governador Carlos Massa Ratinho Junior e o diretor-presidente da Porto do Paraná, Luiz Fernando Garcia.


O diretor institucional do Grupo FTS Alex Sandro Ávila conta que o grupo pretende ampliar o seu portfólio de investimentos em arrendamentos na área portuária.


“Estamos estudando e avaliando oportunidades em todos os projetos portuários em desenvolvimento em diversos portos. Este é o primeiro leilão que estamos participando em 2022, mas a nossa meta é analisar com muita atenção e buscar novas oportunidades. Já estamos estudando diversos projetos com grandes investimentos no setor portuário brasileiro. O objetivo do Grupo é ampliar o portfólio de serviços aos atuais e futuros clientes, elevar nosso nível de serviço e sermos mais competitivos nos diversos segmentos de cargas que atuamos”, afirma.


Segundo ele, o terminal em Paranaguá contribuirá para diminuir custos para importadores e exportadores na medida que representa uma nova alternativa movimentação exclusiva de cargas gerais, além dos parâmetros do leilão estabelecerem elevados níveis de performance nas operações do Novo Terminal de Carga Geral.


Cargas gerais – Em 2021 os Portos de Paranaguá e Antonina movimentaram 13,7 milhões de toneladas de carga geral, volume que superou em 10% o total movimentado no ano anterior quando foram movimentadas 12,4 milhões de toneladas. Apenas nos dois primeiros meses de 2022, os Portos Paranaenses a marca de 2 milhões de toneladas deste tipo de carga operadas via exportação.


Sobre o FTS – O Grupo FTS é controlador de empresas no segmento de logística-portuária, com mais de 35 anos de atuação no Setor. Integram o Grupo FTS empresas especializadas em logística portuária, armazenagem e movimentação de cargas.


A Fortesolo é operadora portuária em Paranagua, especialmente no setor de Fertilizantes, possui um terminal retroportuário com capacidade estática atual de 230.000 mil toneladas, e atende relevante parcela do marketshare do segmento de fertilizantes dos portos paranaenses. Atualmente em expansão da capacidade estática de armazenamento, após a conclusão de investimentos em andamento (2023) o Terminal passará a ter capacidade para mais de 300.000 toneladas.


Porto Ponta do Felix (PPF) – terminal arrendado na cidade de Antonina, em atividade desde o início dos anos 2000, atualmente está em fase final dos investimentos para ampliação da capacidade de armazenagem de granéis sólidos (fertilizantes) e implantação de silos especializados na movimentação de cereais. Com a conclusão das obras, o PPF passará a ter capacidade estática para mais de 430.000 mil toneladas. O porto movimenta atualmente mais de 2 milhões de toneladas, incluindo granel sólido exportação, granel sólido importação e carga geral.


Terminal Oeste de Exportação (TOEX) – Terminal de exportação de grãos, atualmente em fase de obras. Investimentos robustos em armazéns e equipamentos, com capacidade estática de 90 mil toneladas e movimentação anual 2,5 milhões de toneladas/ano no cais oeste do Porto de Paranaguá. Primeiro embarque do TOEX está programado para fevereiro de 2023.


Fortenave – Empresa de agenciamento marítimo do Grupo, que presta serviços de agenciamento e apoio as embarcações em diversos Portos pelo Brasil.




Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square